Deputado Anselmo José Domingos

Hospital do Barreiro receberá R$15 milhões por ano

Hospital do Barreiro receberá R$15 milhões por ano

O deputado Anselmo José Domingos esteve em Brasília para tratar da situação do Hospital do Barreiro, que está funcionando somente 10% da sua capacidade total por falta de recursos. A reunião, realizada no dia 5 de julho, foi solicitada pela Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), momento em que o Ministério da Saúde informou que disponibilizará R$ 15 milhões a partir de agosto.

A reunião foi realizada com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros. “Tivemos um excelente encontro, pois o ministro assinou e liberou R$15 milhões para o Hospital do Barreiro que será disponibilizado em doze meses. O objetivo é fazer com que o Hospital consiga atender a população em sua capacidade total.”

A partir de agora, o Governo do Estado deve cumprir o acordo e disponibilizar o recurso de 50% do que o Governo Federal aplicar. De acordo com o deputado Anselmo, a próxima etapa é se reunir com a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Belo Horizonte para solicitar melhorias no atendimento do hospital.

Após uma audiência pública realizada na Assembleia de Minas em junho, a Secretaria de Estado de Saúde esclareceu que, por lei, os recursos devem ser divididos para a União (50%), para o Estado (25%) e para a Prefeitura de Belo Horizonte (25%). Atualmente, o hospital recebe apenas R$2 milhões, valor oriundo do município, que não consegue colocar a unidade em funcionamento total.

O Hospital do Barreiro, que atende 100% pelo SUS, conta com quatro andares de internação ou enfermaria, totalizando 320 leitos. São 80 leitos por andar e cada quarto contra com banheiro privativo e possui dois leitos. A instituição ainda oferece 80 leitos de CTI, 39 leitos para observação e 12 para emergência. Dos 49 leitos atualmente em uso, 39 destinam-se à internação e 10 são leitos de CTI. Somente o primeiro andar está a disposição da população. A administração é realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, através da parceria público-privada.